terça-feira, 22 de abril de 2014

Mais do que um souvenir

Para aqueles que gostam de levar um souvenir autêntico para casa recomendo a loja abaixo BHcrafts que fica em Sarajevo. Além de ter objetos muito bonitos, feitos à mão e da região, a compra ajuda as mulheres bósnias refugiadas. Vale a pena dar uma olhada pra quem estiver na Bósnia!

                                        Na etiqueta está escrito: shopping with purpose

quinta-feira, 10 de abril de 2014

Vale a pena provar!

Uma ideia muito legal junto a um sabor muito gostoso é o que os donos da Agroposta tiveram e criaram. Esta é a propaganda, que acho genial, dos sucos concentrados com açúcar, é só dissolver em um copo d'água. Abaixo está o "cartão postal" que atrai a atenção, dizendo mais ou menos assim: peça um refresco que tem sabor das férias na casa da vovó.
Quando vou a um café com algum brasileiro, sempre recomendo provar um dos sucos abaixo. Há vários sabores diferentes que não estamos acostumados como bazga (já escrevi aqui no blog, mas ainda não sei se temos no Brasil, é uma flor), lavanda e sálvia. Os outros são limão e framboesa. Geralmente, recomendo o de bazga, pois adoro e o de lavanda as pessoas gostam de provar, pois têm curiosidade em sentir o sabor além do delicioso cheiro. Por haver muita lavanda por aqui, costumam colocá-la em várias coisas, tipo, polenta, sobremesas, bebidas, biscoitos, etc. Confesso que ainda a prefiro só no meu vaso e em alguns biscoitos!
Bem, fica a dica pra quem quer provar e levar um souvernir autêntico e gostoso! Como a embalagem é pequena e de plátistico, é possível levar na bolsa ou em qualquer lugar!

quinta-feira, 3 de abril de 2014

O Brasil visto pelos croatas

Com a proximidade da Copa, se vê cada vez mais coisas relacionadas ao Brasil por todos os lados. Outro dia encontrei no chão este pacotinho de figurinhas do álbum de futebol da Copa e achei engraçado ver o Neymar e o Modric. Ao ler a revista Sensa, encontrei duas páginas falando sobre como se inspirar nas cores e coisas brasileiras, desde cadeiras, mapas, vestidos, até cd de música e cortinas.
Não tenho acompanhado como vai a preparação para a Copa, mas ouvi que muitas obras continuam atrasadas e alguns estádios como o de Porto Alegre talvez não fosse mais fazer parte. Espero que tudo dê certo! Os croatas estão muito empolgados com a Copa e as pessoas com quem tenho falado dizem que o fato de eles terem se classificado já é ótimo, o resto que vier é lucro! Veremos na abertura, no dia 12 de junho, o resultado da partida tão esperada por nós aqui em casa, pelo Brasil e Croácia inteiros! 



terça-feira, 25 de março de 2014

Dicas de viagem para viajar pela Croácia com crianças

Recebi um e-mail de um leitor do blog pedindo dicas para viajar com crianças pela Croácia e aí resolvi escrever este post. 
Pelo que tenho visto, são poucos os brasileiros que se aventuram a viajar com crianças por aqui. Conforme a minha experiência, posso dizer que é possível fazer turismo, curtir e se divertir com elas É claro que o ritmo é outro, as expectativas também, mas vale a pena a experiência!
Bem, viajar pela Croácia com crianças é bem tranquilo. O país é seguro, as cidades são pequenas, então dá pra conhecer praticamente tudo a pé, se ficar hospedado no centro. A maioria das cidades são planas e quando têm lombas, dá pra subir com o carrinho. 
Quanto à troca de fraldas, são poucos os lugares que possuem trocador, os que sei são nos Shoppings Centers e nas drogarias DM. Recomendo trocar no carrinho, nos banheiros de cafés e restaurantes. 
As estradas são muito boas e possuem vários postos de gasolina com lojinhas de conveniência, banheiros e trocadores. Não é preciso pagar nada e eles costumam estar limpinhos mesmo com a multidão que passa por lá durante a alta temporada.
Quanto às praias, pelo fato de o mar não ter onda, fica super tranquilo de cuidar das crianças. Algumas são de pedra, outras de laje e pouquíssimas são de areia grossa. Muitas são muito fundas e precisa se sair de escada, aquelas de piscina. Sempre é bom procurar, antes de alugar algo, o tipo de praia pra não haver problemas. Sei que há hotéis que têm programações especiais para os pequenos.
Para os maiores, há muitas atrações legais de visitar como o órgão marítimo e o monumento do Sol aterrado em Zadar; a Arena de Pula; O Palácio do Diocleciano em Split; as muralhas de Dubrovnik; os Parques Nacionais; Hum, a menor cidade do mundo; Sokolarski Centar Dubrava onde se pode visitar aves de rapina; Čigoć, o primeiro povado europeu das  cegonhas onde elas são em maior número do que nós; castelos como os de Trakošćan e o Veliki Tabor; Kuterevo um povoado em que fica um abrigo para os ursos órfãos; entre outros lugares! 
Espero que com essas dicas mais pessoas se aventurem a viajar com os seus filhos por aqui!



Fonte da imagem: http://www.kuterevo-medvjedi.org/hr/index.php?option=com_content&view=article&id=84&Itemid=99&lang=hr

quinta-feira, 20 de março de 2014

Primavera


                                                    O meu pêssegueiro em flor

quinta-feira, 13 de março de 2014

Alimentação saudável

A alimentação é um assunto que sempre me interessou e gosto muito de escrever sobre isso. Já comentei aqui no blog, que durante o inverno, as opções de frutas, legumes e verduras diminuem muito. Com a chegada da Maíra e da introdução alimentar dela, temos nos preocupado mais ainda com a qualidade dos alimentos que ingerimos. Geralmente, tentamos comprar as coisas na feira, direto dos produtores, no entanto são poucos os produtos que não têm agrotóxico, na verdade, só o espinafre e o matovilac (tipo de folha de salada que já postei também).Por essa razão, fui atrás de uma outra saída e encontrei uma família que tem a sua fazenda e produz alimentos sem agrotóxico. Eles têm um estande no Dolac, em outra feira na cidade e mais duas lojinhas! Fiquei super contente e pra completar, eles entregam em casa de graça, se o valor for superior a 100kn (mais ou menos 50 reais). Já compramos e ficamos super satisfeitos! O sabor é outra coisa e a variedade é bem grande.
Uma recente descoberta no meu paladar foi este legume abaixo que se chama koraba. Nunca tinha comido nem reparado nele até o meu cunhado comprar pra mim quando a Maíra nasceu. A primeira vez que comi achei sem graça, mas hoje já consegui descobrir os seus encantos. Eu diria que é um aprente próximo do chuchu! O sabor muda conforme com o que se cozinha, o que é muito bom, pois dá bastante oportunidade de testar novas receitas.
Caso alguém saiba que exista no Brasil, me avise!